Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

4 dicas para uma alimentação saudável na correria do dia-a-dia | Nutricionista Maria Gama




Vai começar mais uma semana, a maior parte delas a correr de um lado para o outro. Concordam? Ou porque trabalhamos muitas horas, ou porque temos de ir buscar os filhos, ou porque estamos horas no trânsito... Ou seja, muitas vezes um dia super stressante e sem paciência para nada, quanto mais para talvez pensar na nossa alimentação do dia seguinte. 

Sendo assim, é fundamental que exista alguma pré-preparação ou então, que tenham noção de como manter uma alimentação mais saudável mesmo nesta correria do dia-a-dia.

Dicas:
  • Ande sempre com alimentos no carro, é fundamental. Se tal não acontecer, vamos passar por uma área de serviço, por um café, onde as opções não são de todos as mais saudáveis. Quanto mais, se estivermos a ´morrer´de fome, é bem mais fácil optar por alimentos altamente calóricos. Aproveite esses locais apenas para beber o seu café. Ovos cozidos | Fruta | Frutos secos | Cenouras | Flocos de aveia | Iogurte | Queijo fresco | Lata de atum são alguns exemplos de alimentos que não custam mesmo nada andar connosco. 
  • Almoce bem! Nada de saladinhas ou só uma sopa ao almoço. Ninguém se alimenta com isso, vai passar a tarde cheio de fome e assim que chega a casa...É possível almoçar bem e saudável em quase todos os sítios. Em Portugal há sempre uma forma de comer carne/peixe, acompanhar com salada/legumes e arroz, por exemplo.
  • Tenha atenção ao restaurante onde almoça: Se sabe que vai ter de almoçar fora, que tal começar a pensar a que local o vai fazer? Quando vai a um centro comercial, tanto pode ir a um restaurante que tenha batatas-fritas, como um que tenha arroz. Ir almoçar fora não é desculpa para comer mal! Ainda a semana passada fui ao centro comercial jantar e optei por um restaurante em que escolhi bife de frango com arroz e salada. Claro que poderia ter escolhido massas, batatas-fritas, hambúrgueres com molho etc... Mas parei, pensei e fui. Caso saiba que não pode passar em lado nenhum, faça jantar a contar com almoço e almoce no carro (já tive de o fazer, não é o mais agradável mas por vezes tem de ser).
  • Se só chega a casa por volta das 19h/20h, talvez signifique que precise de dois lanches da parte da parte. Se tal não acontecer, chega a casa cheio de fome e nessa altura os alimentos que lhe apetecem podem ser ricos em açúcar e em gordura. Além disso, é importante que os seus lanches estejam bem definidos, de forma a ter prazer a comer e que mantenha a sua saciedade ao longo do dia. 

 

 
Põe-te na linha! Alimenta a tua saúde! 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.