Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Dicas de Natal | 4 estratégias para controlar o que come + 8 ideias para pôr em cima da sua mesa

 PoetenaLinha_Cozinha-31.jpg

 

Já só faltam uns dias para o Natal e as preocupações com o peso nesta altura muitas vezes são frequentes. Deixe de lado esse stress, o Natal são dois dias e por vezes é normal que existam alguns excessos alimentares, desde que controlados e equilibrados. Sendo assim, e como sei que a ementa por vezes pode ser um problema, deixo nesta publicação algumas dicas. O mais importante é termos imaginação, perceber que podemos ter um Natal tradicional, mas que também podemos fazer algumas escolhas mais acertadas. 

  • Primeiro: Não ande o dia todo a petiscar. Muitas vezes passamos o dia na cozinha a preparar tudo para a noite de natal e vamos petiscando ao longo do dia. Muitas vezes até nem almoçamos e andamos a comer aqui e ali, o pior que se pode fazer. Faça as suas refeições como um dia normal!
  • Segundo: Pense o que realmente gosta e que não costuma comer durante o ano, ou seja, opte por esse prato! Se é o arroz doce, coma o arroz doce. Se é a aletria, coma a aletria. MAS, penso que também não é necessário comermos de tudo e mais alguma coisa, ainda por cima, normalmente, faz-se sempre comida em exagero, com medo de que falte. 
  • Terceiro: Há muitos alimentos em cima da mesa que existem todo o ano, como por exemplos os chocolates. Ou seja, porque não deixá-los de lado? Há outras ocasiões onde o pode comer, não sendo necessário no Natal, uma vez que já é um dia propício a vários erros alimentares.
  • Quarto: Se quer ter sempre a mesa posta (caso vá alguém a sua casa), tenha coisas saudáveis em cima da mesa. Caso contrário, sempre que passar pela mesa de natal, lá vai um "chocolatinho", um "sonho" ou uma taça de arroz doce, mesmo que não tenha fome. 

 

ENTRADAS:

Primeiro que tudo deve sempre haver uma sopa. Não há qualquer desculpa para não ser a primeira coisa a fazer. Apesar de querer comer entradas, se comer a sopa, acaba por comer menos quantidade de entradas e é esse o objetivo. Comer de tudo, mas com conta peso e medida. Agora claro, nada de fazer um refogado para fazer a sopa ou adicionar natas.

 

  • Queijo fresco: Alguma razão para só colocar na mesa de natal queijo da serra? Porque não optar por queijo fresco ou requeijão? É uma forma de reduzir a quantidade de queijo da serra que ingere, optando também por um tipo de queijo com menos gordura. Pode acompanhar com pimenta ou uma salada, deixando o pão de lado. 

barra montiqueijo_pnl.jpg

 

  • Salada colorida de frutos secos e mel: Se nos apetece um tipo de entradas diferentes, porque não fazê-lo, mas de forma diferente? Porque não deixar de lado croquetes, rissóis...? Podemos juntar alface, tomate, cebola rocha, pimento, beterrada, frutos secos ... e quem sabe, pois é um dia diferente, colocar um fio de mel? 

salada mista.jpg

 

  • Palitos de cenoura, courgete e pepino: Pode juntar iogurte natural com um pouco de gengibre em pó e sumo de limão para acompanhar.

palitos de legumes.jpg

 

  • Abóbora recheada: Receita aqui.

 

PRATO PRINCIPAL:

Qual a tradição aí de casa? Bacalhau? Polvo? Borrego? Cabrito? Todos são bons pratos e não me parece que o problema esteja no prato principal. Desde que acompanhados com uma boa dose de legumes e não "três folhas de alface". Tem de encher o seu prato de legumes a acompanhar o prato principal. Se sabe que se vai "vingar" nas sobremesas a seguir, pode deixar de lado o arroz ou a batata e aumentar ainda mais o consumo de legumes. Há imensas opções, e que se feitas em grande quantidade, dá para a família toda. Legumes estufados, receita aqui. Legumes na wok, receita aqui

 

Claro que não precisa de encher o bacalhau de azeite, ou molhar o pão no molho da carne, ou comer cinco ou seis batatas porque estão muito saborosas... Isso sim, parece que não, mas faz a diferença! 

 

IMG_1867.JPG

 

 

SOBREMESAS:

  • É normal que faça as sobremesas típicas de natal da sua região e de tradição. Mas mesmo assim, há aspectos que pode ter em atenção, como torná-las minimamente mais saudáveis. Pode ver dicas aqui.
  • Qual a razão de termos muitas vezes um número exagero de sobremesas? Podemos contar o número de pessoas e fazer as sobremesas tendo em consideração esse valor.
  • Faça escolhas e coma as sobremesas que realmente gosta. Pode optar por um prato de sobremesa mais pequeno, de forma a conseguir controlar a quantidade. 

 

Dia 24 e dia 25 são dias como os outros. Por isso mesmo, podemos fazer exercício fisíco, ir caminhar, ao ginásio ou correr. Organizem-se e vão logo de manhã antes de se colocarem nos preparativos todos da noite de natal. 

 

 

Põe-te na linha! Alimenta a tua saúde!  

 LOGO_HORZ_P&V.png

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.